Após denúncias de A VOZ DA SERRA, prefeitura começa a melhorar acesso ao Caledônia

Subprefeitura de Olaria continuará efetuando melhorias no local e afirmou que ainda não há conclusão do serviço
quinta-feira, 27 de junho de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
(Fotos: Secom/PMNF))
(Fotos: Secom/PMNF))

Depois de várias reportagens de A VOZ DA SERRA denunciando o estado que se encontra o acesso ao Pico do Caledônia e de relatos de pessoas preocupadas com a situação de abandono do local, a prefeitura, em conjunto com a Subprefeitura de Olaria, Cônego e Cascatinha, enviou ao local esta semana uma equipe para realizar alguns reparos necessários.

De acordo com informações do Executivo, a Subprefeitura de Olaria, Cônego e Cascatinha removeu o entulho que obstruía o acesso, realizou uma capina retirando o mato que invadia a pista, fez o reparo no calçamento e até colocou asfalto nos trechos mais críticos da subida para o Pico do Caledônia.

Ainda de acordo com a prefeitura, a equipe que atua no local utilizou caminhões, uma retroescavadeira e um veículo bobcat. Segundo a subprefeita Priscila Pitta, "ainda não há uma previsão de quando o serviço será concluído mas, por conta da complexidade e da atenção que estamos dedicando à questão, acredito que levaremos mais ou menos um mês para fazer tudo da maneira que queremos, com o capricho que a área merece", disse Priscila.

Histórico

No último dia 13, A VOZ DA SERRA denunciou em primeira mão (https://avozdaserra.com.br/noticias/trilheiros-pedem-socorro-pico-do-caledonia-esta-abandonado) o abandono e apelo de trilheiros com relação ao Pico do Caledônia. Segundo a reportagem de Fernando Moreira, por conta de buracos de grande profundidade, somente com veículos potentes, com tração nas quatro rodas e uma boa dose de experiência do motorista, dá para chegar até o fim do trajeto onde é (ou deveria ser) possível ir de carro.

Ainda de acordo com a reportagem, o estado de abandono do ponto turístico também fica evidenciado na entrada da guarita que era mantida pela Petrobras e servia para controlar o acesso dos visitantes ao Pico do Caledônia. Para acessar o espaço era preciso portar algum documento com foto, ser ou estar acompanhado de uma pessoa maior de idade. Hoje isso não é mais necessário, já que não há nenhum funcionário da Petrobras trabalhando no local. O portão de acesso está fechado com cadeado, mas um buraco foi aberto na grade permitindo a entrada.

A VOZ DA SERRA recebeu mais de 500 reações, cerca de 70 comentários e 340 compartilhamentos, números que reforçam a importância do espaço para os friburguenses e para o turismo local.

Abaixo assinado

A repercussão das matérias veiculadas por A VOZ DA SERRA foi tanta que até uma petição pública online denominada “Salvem o Caledônia” (Acesse aqui) foi criada com o intuito de preservar o espaço. Endereçado à Prefeitura de Nova Friburgo, o abaixo-assinado pede a realização de obras de manutenção na estrada de acesso ao Pico do Caledônia. Até o fechamento desta reportagem, 614 pessoas assinaram a petição.

Biólogo

Essa semana, o relato do biólogo Maycon Saivole, especialista em Planejamento Urbano Ambiental, que viralizou nas redes sociais também gerou grande repercussão.

"Não quero ser alarmista, mas considero que em breve teremos tristes notícias de algum acidente ocorrido no local, uma vez que não existe o mínimo de oferta de segurança e o número de visitantes no último feriadão - apenas no dia 20 - foi impressionante. Fomos os primeiros a subir, chegamos ao topo às 2h da madrugada e amanheceram conosco no local para ver o nascer do sol cerca de mais 25 pessoas que chegaram até as 6h. Ao descermos encontramos e contamos nas escadas e até a antiga pista de salto de parapente mais 143 pessoas subindo. Não tenho acesso a estudos e nem o conhecimento da capacidade suporte deste espaço, porém pelas limitações de espaço existentes no cume, considero demasiado o número."

O relato completo você pode ver aqui: https://avozdaserra.com.br/noticias/biologo-sobe-o-caledonia-e-faz-relato-impressionante-sobre-o-que-viu

TAGS: caledônia