Alunas da Submerso Ginástica Artística recebem ex-técnico da Seleção

O objetivo foi acompanhar o treinamento das friburguenses e compartilhar um pouco do vasto conhecimento sobre a modalidade
quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017
por Vinicius Gastin
Equipe reunida para a foto histórica: troca de conhecimento e experiências (Fotos: Divulgação)
Equipe reunida para a foto histórica: troca de conhecimento e experiências (Fotos: Divulgação)

A manhã da última segunda-feira, 20, vai ficar marcada na memória das pequenas ginastas da Equipe Submerso de Ginástica Artística. As atletas, comandadas pela professora Luciana Canella, recepcionaram o técnico Ricardo Pereira, que ostenta no currículo passagens por Flamengo e Seleção Brasileira, e a esposa Barbara, também técnica de Ginástica. O objetivo da visita foi acompanhar o treinamento das friburguenses e, como não poderia ser diferente, compartilhar um pouco do vasto conhecimento sobre a modalidade.

“Ficamos muito felizes com a presença deles na nossa ginástica. Tenho certeza que essa visita trouxe muito aprendizado e motivação para as nossas atletas se dedicarem cada vez mais ao nosso esporte. Recebemos muitos elogios, e a certeza de que o nosso trabalho está fluindo no caminho certo”, avalia Luciana, responsável pela equipe de Nova Friburgo.

Além do rubro-negro e da seleção nacional, Ricardo já treinou atletas do nível de Daniele Hipólito. Depois da visita a Nova Friburgo, o casal arruma as malas com destino ao Canadá, onde irão morar e treinar uma equipe local. A visita da dupla rendeu, inclusive, elogios de algumas mães de atletas.

“Realmente foi uma honra ter a presença do Ricardo. Sempre tive paixão por ginástica, e agora a Laura (filha) está ficando a cada dia mais encantada, graças à Luciana e ao trabalho”, diz Adriane Rocha. “O treino foi muito gratificante, uma experiência ótima para a equipe”, completa Monica Soriano.

A equipe

O projeto Submerso de Ginástica Artística surgiu quando Luciana Canella recebeu um convite do irmão, o professor de Educação Física Renato Canella, e aceitou o desafio de abrir e coordenar um centro de ginástica. As diversas atividades desenvolvidas pela equipe acontecem em um galpão no bairro Olaria.          

Durante as primeiras aulas, os professores incentivam a movimentação. Com o passar do tempo, a elasticidade e a técnica são desenvolvidas e a criança começa a evoluir, geralmente com a execução de "bananeiras” ou cambalhotas. Cada exercício é repetido inúmeras vezes por aula, sempre com o devido acompanhamento.

A paixão pela ginástica sempre foi o combustível para Luciana, que começou a praticar o esporte aos três anos de idade, ao lado do irmão Renato. "Fui atleta até os meus 18 anos, quando ingressei na faculdade de educação física para trabalhar exatamente com a ginástica. Durante o curso sempre busquei os trabalhos que pudessem me manter dentro da modalidade”, conta.

Apesar da vocação, Luciana não disputou competições de alto rendimento e passou a ensinar os conhecimentos adquiridos ao longo da carreira, em uma caminhada que vai além dos saltos e acrobacias perfeitas. "Trabalhei com a atual coordenadora da Seleção Brasileira, Georgete Vidor, durante nove anos”, destaca.

O contato com Georgete aconteceu quando ainda cursava educação física. A ex-técnica do Flamengo e da atleta Daniele Hipólito abriu núcleos de ginástica por todo o estado através de uma ONG, oferecendo o esporte de maneira gratuita a várias comunidades. Em Nova Friburgo o projeto funcionava no Sesi de Conselheiro Paulino, onde Luciana realizou estágio durante um ano e meio. A procura era grande, e após a formatura na faculdade surgiu a oportunidade de trabalhar com uma equipe em Cachoeiras de Macacu.

Os resultados foram além das expectativas, com o bicampeonato brasileiro e diversos títulos estaduais nos quase dez anos de trabalho com o grupo de sete meninas. "Nós treinávamos cerca de três horas e meia durante a manhã e as meninas voltavam para treinar também à tarde. Era uma equipe de alto rendimento, visando as Olimpíadas.” A desgastante rotina de viagens diárias fez Luciana abandonar o projeto no município vizinho e voltar para Nova Friburgo e iniciar o projeto há seis anos.

  • Ex-técnico do Flamengo e da Seleção Brasileiro, Ricardo acompanhou e participou do treinamento

    Ex-técnico do Flamengo e da Seleção Brasileiro, Ricardo acompanhou e participou do treinamento

  • Dezenas de ginastas participam do projeto Submerso de Ginástica Artística em Nova Friburgo

    Dezenas de ginastas participam do projeto Submerso de Ginástica Artística em Nova Friburgo

TAGS: Submerso | Ginástica Artísitica