Acianf pretende incentivar o plantio de lúpulo em Friburgo e região

Parceria entre Acianf, Emater-Rio, Instituto Ibelga e Viveiro Paulo Cordeiro está desenvolvendo o Projeto de Incentivo ao Plantio Regional do Lúpulo
sexta-feira, 02 de agosto de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Acianf pretende incentivar o plantio de lúpulo em Friburgo e região

Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf) realizou nesta quarta-feira, 31, uma reunião com o objetivo de fortalecer sua base agrícola e fomentar o cultivo do lúpulo na região. Em parceria com a Emater-Rio, Instituto Ibelga e o Viveiro Paulo Cordeiro, a entidade está desenvolvendo o Projeto de Incentivo ao Plantio Regional do Lúpulo.

A iniciativa tem como finalidade tornar Nova Friburgo referência no segmento agrícola e, posteriormente, estimulando ainda mais a produção de cerveja artesanal no município. Para isso, a Acianf irá oferecer aos interessados em cultivar o lúpulo alguns incentivos como: assistência técnica, análise de solo, orientação ao produtor em relação à correção de solo, entre outros. A contrapartida do assessoramento será o retorno do produtor em forma de produto, ou seja, ao plantar 50 mudas de lúpulo, em 15 meses, o retorno será de 50 quilos de flores de lúpulo, garantindo assim a compra da primeira safra.

Há três anos, o Viveiro Paulo Cordeiro estuda o lúpulo com o objetivo de desmistificar o mito de que a planta não vingaria no Brasil devido a baixa luminosidade em alguns períodos do ano e ao calor, em relação a países do hemisfério norte. Das 60 espécies testadas, por enquanto, cinco deram resultados bastante positivos em nossa região em relação a produtividade, custo e qualidade final do produto. 

Participaram do encontro o presidente da Acianf, Julio Cordeiro, o diretor-executivo, Roosevelt Concy, o vice-presidente de agronegócios da entidade, Alexandre Jacintho, além do engenheiro agrônomo e consultor do Projeto Vamos Florir, Gabriel Violento, e a produtora de lúpulo no distrito de Amparo e representante do Viveiro Paulo Cordeiro, Moema Cordeiro.

 

TAGS: